Ballet

5 de fevereiro de 2016

Saudações faéricas!

Desde criança que sentia vontade de dançar ballet, porém a minha mãe nunca teve condições de me colocar nas aulas. Ela sempre preferiu investir o pouco dinheiro que tinha em minha educação. Então este sonho ficou guardadinho em uma gaveta de uma cômoda antiga e de madeira.
Os anos se passaram até que aquela menininha, agora já adulta, decidiu realizar este sonho. Tive que superar meus medos, timidez e insegurança para poder realizá-lo. Parte desta realização agradeço a Joel. Ele me ajudou a fazer toda a parte dos “papéis”, incentivou-me e ensinou-me o caminho para onde ocorre as aulas.

DSCN7942-01
Sinto-me extremamente contente! Passo as tardes ouvindo “demi plié”, “allongé”, entre outros. Quando a Professora nos leva para a barra é quando eu fico ainda mais distraída, pois há uma janela de vidro com a vista para copa de uma mangueira e então vejo alguns passarinhos. No segundo dia de aula eu me distraí com um sonhaçu caboclo se alimentando de uma manga. Foi tão lindo! Mas eu fiquei toda confusa com os passos e a Professora chamou a minha atenção várias vezes hahaha. Eu sou extremamente distraída.

DSCN7953-01
No caminho para aula existe uma barraca de flores! Outro motivo que deixou-me muito contente, pois agora posso comprar flores sempre para enfeitar meu cantinho. Na volta para casa fui comprar algumas flores, as hortênsias tinham acabado então resolvi levar algumas rosas, inclusive uma lilás muito bela e igualmente perfumada. O moço das flores foi muito gentil comigo e deu para mim de cortesia alguns ramos de uma flor pequenina. Fiquei muito grata pelo presente.

Estou muito empolgada com as aulas e pretendo publicar aqui muito mais sobre ballet. Espero que vocês gostem e obrigada pela visita, amigos!