Saudações faéricas!

Abelhas são os insetos mais fofos para mim. Amo estudá-las e apreciá-las. Identifico-me um pouco com estes seres, pois eles estão sempre frenéticos sem saber em qual flor pousar, assim sou eu: sinto-me entusiasmada sempre que vou explorar e não sei ao certo por qual cantinho começo a procurar tesouros ou quando vou a uma livraria e não sei qual livro escolher.

Mas não senti-me desta maneira quando vi o título “The Bee Book” e aquele amarelinho de abelha guardadinho em uma estante contendo vários mundos únicos! Folheando-o, percebi que este livro foi feito para mim porque há tempos venho sonhando em ajudar as abelhas plantando flores que elas gostam.

Neste último sábado, levei o meu livro na mochila e um punhado de esperança para conseguir ver alguma abelha, pois quando o dia está um pouco chuvoso, é raro se deparar com alguma. Felizmente, o dia foi bastante ensolarado que eu até fiquei com as bochechas rosadas.

Levei também uma muda de lavanda para poder plantar e iniciar este sonho. Agradeço a Joel por ter comprado a lavanda que tanto anseio que cresça e floresça! Desejo de coração que esse seja só o começo de uma aventura para uma menina do dedo florido. Será que um dia conseguirei deixar o mundo repleto de flores?

Quanto ao livro… Suas palavras nos ensinam o que é uma abelha, como elas evoluíram, como protegê-las, entre outros assuntos relacionado a este inseto. Separei alguns conhecimentos que aprendi ao lê-lo.

– abelhas polinizadoras possuem uma estrutura chamada “hind legs”, uma área de pêlos resistentes que é responsável por carregar pólen com maior facilidade

– as abelhas zangão/mamangava/bumblebee são solitárias, nativas do hemisfério sul e correm risco de extinção

– a evolução das abelhas, através do processo de seleção natural, as permitiram garantir suas antenas até a ponta de seus abdomens

– a polinização é o movimento das células sexuais entre plantas floridas da mesma espécie para permitir a fertilização

– antes da evolução das abelhas, este processo era realizado pelo vento e alguns besouros

Criando um Jardim para Abelhas

– mantenha as flores silvestres

– tenha plantas aquáticas ou bromélias para sempre oferecer água às abelhas

– flores tubulares amarelas

– lavanda, cosmos, camomila, dente-de-leão, margarida e girassol são algumas espécies que elas apreciam

Esta é a minha lavanda Laila. Ela está aguardando a visita de alguma abelha amiga!

Obrigada pela visita ♡