O Hobbit – J.R.R Tolkien

19 de março de 2017

Saudações faéricas!

Ser um hobbit é gostar de estar no sossego de sua toca, esperar pela hora das refeições, fumar um cachimbinho diante da lareira, cultivar um jardim… Viver em plena tranquilidade e conforto. Contudo, um mago surgiu na vida de Bilbo Bolseiro o designando uma tareja, uma aventura da qual irá marcar para sempre o nosso querido hobbit.

Bilbo com muita relutância, pois não queria perder a hora do jantar, é persuadido por Gandalf (o mago) e decide então partir rumo a sua aventura a qual encontrou e conheceu anões, elfos e também uma criatura bem estranha chamada Gollum, entre outras criaturas estranhas.

As aventuras nos deixam marcas eternas, cada pedacinho de terra que caminhamos deixa um pouco delas em nós e um pouco de nós ficam gravadas nelas. Não foi diferente com o hobbit Bilbo.

Sou bastante grata ao Tolkien por ter criado um mundo de fantasia que eu gosto tanto de me refugiar de vez em quando. ♡

Obrigada pela visita ♡

Amigos cogumelos

15 de março de 2017

Saudações faéricas!

No mesmo dia que eu conheci a flor do pau-brasil, encontrei estes lindos cogumelos que deixaram-me bastante eufórica. Eu amo tanto estes seres! Bem, sei que os cogumelos são apenas a estrutura de frutificação/reprodução do fungo que está sob a terra… Mas sempre sinto-me tão feliz por ver estas estruturas tão fofinhas! Avistei outros cogumelos de variadas formas, estruturas, tamanhos… A propósito, de todos os que já vi até hoje na minha vida este aqui foi o maior! É claro que no final do nosso encontro quis ser fotografada com este amigo para ter uma lembrança além da qual já foi guardada em minha em mente. Vim aqui compartilhar este momento de alegria. Ah! Eu pretendo ao longo deste mês fazer postagens com as fotografias que tirei neste único dia, pois apreciei tantas coisas lindas. Até breve!





Obrigada pela visita ♡

Flor de pau-brasil

11 de março de 2017

Saudações faéricas!

Hoje eu tive um dia tão encantador! Pela primeira vez na minha vida eu vi um pau-brasil florido e suas flores são lindas e extremamente perfumadas! Um perfume doce e delicado assim como a própria flor. Só quero dizer que fiquei tão feliz e apaixonada pelo perfume, pelas cores que… Ahhh! Só posso dizer que encantei-me completamente e preciso urgentemente desta árvore plantada no quintal do meu lar.






Obrigada pela visita ♡

Girl p(fl)ower

8 de março de 2017

Saudações faéricas!

Hoje é o Dia Internacional da Mulher e para celebrar eu fiz um bordado simples que representasse todas as mulheres. ♡






Obrigada pela visita ♡

Cogumelos ♡

6 de março de 2017

Saudações faéricas!

Vejam estes cogumelos fofíssimos que tive o prazer de conhecer! Este mês tem chovido bastante onde moro e isto tem feito os cogumelos se despertarem e darem o ar de sua graça aos meus olhos que sempre brilham ao os verem!

Olá, visitante. O meu píleo ainda não se desenvolveu completamente. Mas logo, logo terei um belo chapéu!




Obrigada pela visita ♡

Around the Year – Tasha Tudor

15 de fevereiro de 2017

Saudações faéricas!

Eu vim lhes apresentar (para quem não conhece) um dos livros da Tasha Tudor. Eu sou uma eterna admiradora do trabalho da Tasha, a amo por ter sido uma pessoa bastante singela e talentosa. E gostaria de compartilhar aqui um livro muito amorzinho de texto e ilustrações de sua autoria. Na minha estante há o livro The Secret Garden, da autora Frances Hodgson Burnett cujas ilustrações foram feitas pela Tasha Tudor. Também amo muito a história do Jardim Secreto e ele é um dos meus livros e filmes favoritos!

Há um tempo estou com uma meta de adquirir os livros de pessoas que me inspiram muito, um dos temas que mais me agradam são os livros ilustrados e a Tasha com certeza está nesta minha lista. O estilo dela é antiquado e isto me encanta, pois eu admiro muito coisas antigas como a maneira que as pessoas antigamente desenhavam e pintavam. Tudo é muito delicado e repleto de detalhes, suas ilustrações me transportam a uma época tão distante e repleta de belezas. Confesso que sou fascinada por tempos longíquos.

Around the Year é um livro com pequenos poemas para cada mês do ano. Não espere encontrar muito texto, pois nos livros dela o que irá encontrar são muitos e muitos desenhos. É para vislumbrar os olhos e deixar a tua imaginação visual te transportar para aquele mundo! Se deliciar com as ilustrações da Tasha Tudor é fazer uma viagem no tempo, e eu como sou uma eterna aventureira, irei sempre abrir este livro para entrar numa época a qual não pertenço. Como estamos no mês de fevereiro, fotografei as ilustrações e alguns detalhes que há para esta época.





Obrigada pela visita ♡

Corujas, Gaviões e outras Aves

15 de janeiro de 2017

Saudações faéricas!

Neste sábado (14 de janeiro) eu fiz um curso prático de Falcoaria. Lá estavam 3 gaviões da espécie Parabuteo unicinctus e também havia 2 corujas da espécie Tyto furcata. O local era uma sítio, mas eu não pude explorar muito porque eu estava tendo aula. Mas confesso que me distraí várias vezes, para variar, pois eu avistei um sanhaço caboclo e outro cinzento. Também vi grilos, borboletas, sagui-de-tufo-branco, vespas e uma abelha se deliciando em uma manga caída no chão. Houve um intervalo então eu consegui fotografar alguns passarinhos da espécie Estrilda astrild. Foi um dia muito quente e alegre. Eu aprendi ainda mais sobre aves de rapina e a arte da Falcoaria. Tirei fotos (aqui) com um dos gaviões e fiquei me sentindo ~a falcoeira~ haha.







Obrigada pela visita ♡

Anatomia de um Bolo

12 de janeiro de 2017

Saudações faéricas!

Meu aniversário foi nesta última quarta-feira (11 de janeiro). Foi um dia aconchegante, recebi algumas mensagens carinhosas e também fui presenteada com o bolo mais lindo que já vi na vida. Lembro que uma amiga mostrou-me algumas fotos de bolos decorados e eu me apaixonei por um de cervo (eu AMO cervos). E meu marido me deu de presente! Fiquei muito alegre e também com pena de fatiar o bolo haha. Muito obrigada a todos que me desejaram felicitações. Muito obrigada, Joel, por ter feito algo que eu sempre quis fazer: comemorar meu aniversário com um bolo que fosse “a minha cara”.

Lembro que ano passado eu passei o meu dia no lugar mais inesperado: na minha faculdade, em plenas férias. Mas eu pude aproveitar para explorar um lugar que eu gosto muito e até criei uma historinha. Ano retrasado eu fui explorar na natureza. Mas esse ano fiquei dentro de casa me deliciando com um livro do Carl Sagan (amo demais este serzinho) e depois com o bolo hihi. Eu sou extremamente introvertida e gosto de fazer minhas coisas da forma mais reservada possível! Então é isso, eu girei em torno do Sol mais 365 dias completos!


Obrigada pela visita ♡

6 on 6: Janeiro

12 de janeiro de 2017

Saudações faéricas!

Gostaria de me desculpar por estar postando muito atrasada. Aconteceu um desastre ~eu perdi o carregador das pilhas~ e não pude fotografar a tempo para o projeto. Bem, se acostumem, pois eu sou a rainha do desastre. Não gostaria de ter este título, mas o que posso fazer? As fotos foram tiradas aleatoriamente. Mas no final, acredito eu, que cada uma acabou completando a outra e dando um ar de contos de fadas. Amo muito histórias infantis e este livro de Andersen eu encontrei escondidinho em um sebo da minha cidade. A última foto são as minhas coleções de pedras, as minhas preferidas são os quartzos! E também algumas penas que já encontrei por aí durante minhas explorações na natureza.

AmandaGabyJehPrissTati






Obrigada pela visita ♡

Pax ♡

1 de janeiro de 2017

Saudações faéricas!


Bem no finalzinho de dezembro de 2016 eu comecei a ler e concluí um livro que me encantou só por ter visto a capa. Eu pensei: preciso lê-lo, tenho certeza que irei amar! E foi exatamente isto que aconteceu. O livro Pax é da autora Sara Pennypacker, nele contém algumas ilustrações fofas feitas por Jon Klassen. Além da estética bem florestal, a história é muito linda e emocionante. Eu me peguei derramando lágrimas em alguns momentos específicos, principalmente no final. Uma das coisas que mais achei legal, é que a autora utilizou o conhecimento científico a respeito das raposas vermelhas para descrever a personagem Pax. Eu, como cientista em formação, acredito que isto é muito, muito importante!

Pax é uma raposa que foi salva, quando ainda era muito filhote, por um menino chamado Peter. Eles eram dois, sem serem dois. A guerra estava chegando e Peter foi obrigado a deixá-lo em uma estrada ao lado de uma floresta. É a partir daí que eles iriam viver novas descobertas, aventuras, vivências de autoconhecimento etc. O livro é muito lindo e eu recomendo a todos!


“Tem uma doença que às vezes dá nas raposas que as faz deixar de agir de maneira normal e atacar estranhos. A guerra é uma doença humana parecida.”

Obrigada pela visita ♡